Mosaic MSC Worship começou: "A adoração também pode ser divertida"

Ministério sai em sua turnê pelo EUA logo após o novo álbum, 'Heaven'

O Mosaic MSC Worship é de Los Angeles e tem ganho destaque no mundo através do sucesso que sua música "Tremble", o que poucos sabem é que a banda começou seu Ministério dentro uma balada.  Robbie Aholoka, hoje cantor e compositor do grupo, ficou surpreso quando foi pela primeira vez a Mosaic, mesmo crescido em igreja, se sentiu impactado pela obra fundada pelo Pastor Erwin McManus.

Entre as datas da turnê nacional que eles vem fazendo com Travis Greene, os membros do Mosaic MSC, Mariah McManus e Robbie Aholoka, sentaram-se com a Fox News para falar sobre como é adorar a Jesus no coração de Hollywood e empurrar os limites da música de adoração.

(Foto: Reprodução)

Quando questionam sobre a adoração, eles respondem "'Isso é adoração? Poderia ser isso também? Poderia ser divertido? Você poderia realmente dançar?' Aholoka disse. "Quando ouço música, quando louvo, Jesus faz sentido para mim."


A MSC, composta por mais de 100 artistas da comunidade da igreja de Hollywood, faz sua música para agradar a todos, mesmo àqueles que não louvam. "É um equilíbrio louco de uma mensagem tão importante entre algo que também é algo divertido", acrescentou. Mariah McManus, pastora de culto de Mosaic e filha de Erwin McManus, disse que eles cantam sobre o Senhor, mas também se divertem. "Nós rimos demais e somos tão barulhentos em todos os lugares é porque Jesus mudou nossas vidas", disse ela. E esse é o objetivo de todas as músicas de adoração deles.

(Foto: Reprodução)

"Como nós trazemos nossa melhor obra de arte para Jesus?" McManus disse. "Como podemos levá-lo em uma direção completamente diferente e fazer algo que nunca ouvimos ou nunca consideramos fazer dentro da música de adoração? E em seu novo álbum, "Heaven", McManus disse que a música "Eyes on You" era uma "mudança de direção" para todas as músicas que se seguiram. "Nós tivemos uma perspectiva diferente sobre o que a adoração deveria soar."


A música deles, "15", sobre a história bíblica do filho pródigo, começou como uma brincadeira, mas se transformou em uma canção de adoração sobre Jesus. Para uma história tipicamente vista de maneira sombria, o grupo decidiu encará-la como uma celebração. "Eu nunca pensei que você pudesse pensar nisso como algo divertido, como 'Uou, Jesus está me perseguindo'", disse Aholoka. "Eu danço tanto nessa música toda vez, mas quase choro toda vez que a cantamos também".

A banda que começou a liderar a adoração em uma boate de Los Angeles está voltará tocar night clubs em ao longo da turnê. "Estamos acostumados a estar em boates como o Mosaic começou em um clube noturno. Eu acredito que é onde você está que faz igreja, você não faz igreja em nenhum outro lugar", Mariah brincou. 'É só para ir a qualquer lugar e dizer: "sim, nós pertencemos aqui', não importa se é um clube ou uma igreja, mas nós temos algo especial para fazer aqui".


 "Espero que, mais do que tudo", ela disse, "as pessoas experimentem a alegria e a bondade de quem é Jesus".